TarifaZero.org

uma cidade só existe para quem pode se movimentar por ela

Siga-nos no Twitter Acesse o nosso Flickr Siga-nos no Facebook Acesso o nosso Vimeo Feed


A economia das lutas do transporte

July 27, 2014 por: admin categoria: artigos

por Dokonal

A generalidade das análises a respeito das lutas do transporte coletivo acaba por deixar de lado a questão econômica dessas lutas. Isso quando não desconsidera completamente seus efeitos econômicos, tratando o assunto em termos estritamente morais. Ao adotar uma perspectiva que considera esse tipo de luta exterior à esfera econômica, contribui-se para isolá-la do restante das lutas sociais. Pretendo mostrar que as lutas deflagradas em torno da questão do transporte obedecem ao mesmo modelo econômico daquelas realizadas no processo de trabalho.

Ganhar mais, trabalhar menos continua →

[Floripa] A trajetória do Colégio de Aplicação no Movimento Passe Livre

July 20, 2014 por: admin categoria: vídeos

Trabalho anual de geografia realizado pelas alunas Fabiane Becker Facco e Mariana D’El Rei Martins, do Colégio de Aplicação da UFSC, que retrata o envolvimento do mesmo no Movimento Passe Livre. Novembro de 2013- Florianópolis/SC

Pequenas, mas importantes, correções no conteúdo do excelente trabalho das alunas do Aplicação: a Campanha pelo Passe Livre de Florianópolis, um dos alicerces para a formação do Movimento Passe Livre, iniciou sua luta pelo passe livre estudantil em 2000, três anos antes da Revolta do Buzu de Salvador, fundamental referência para o que veio a ser o MPL, mas que não pode ser confundido como Movimento Passe Livre.

[Não tem dinheiro pra tarifa zero?] Sonegação milionária da Globo começa a ser divulgada

July 19, 2014 por: admin categoria: não tem dinheiro pra tarifa zero?

Por Rafael Zanvettor, da Caros Amigos

Foram divulgadas, nesta quinta-feira (17) pelo blog O Cafezinho, 29 páginas do processo da Receita Federal contra a Rede Globo. O relatório divulgado comprova que as organizações Globo criaram um esquema internacional envolvendo diversas empresas em sedes por todo o mundo para mascarar a compra dos direitos da Copa do Mundo de 2002. O objetivo principal seria o de sonegar os impostos que deveriam ser pagos à União em pela compra dos direitos.

A expectativa é que os primeiros documentos viessem a público no domingo, pouco depois da final da Copa, mas, por questões de segurança, a divulgação aconteceu nesta quinta-feira. continua →

10 anos da Revolta da Catraca

July 09, 2014 por: caracol categoria: carol cruz

por Carol Cruz

Este é um texto bem pessoal, baseado quase que completamente na memória afetiva, por isso peço antecipadamente desculpas por prováveis imprecisões. Foi também escrito às pressas, a guisa de homenagem e rememoração do aniversário de 10 anos da Revolta da Catraca de Florianópolis, SC. Não vou me aprofundar sobre o que foi este evento que marcou de modo ímpar a vida na cidade e colocou definitivamente a reivindicação de um transporte coletivo público e de qualidade na pauta política de Florianópolis, sobre tudo na de seus movimentos sociais1. Aqui eu escrevo um pouco sobre a sua importância para a formação de um grupo específico, o MPL- Floripa – uma das origens do Movimento do Passe Livre, que se encontra hoje em diversas cidades do país e que ano passado foi fundamental para recolocar o tema do transporte coletivo no debate político nacional. continua →

[Rio de Janeiro] Silva Jardim implanta tarifa zero no transporte público do município

June 27, 2014 por: admin categoria: notícias

por Gabriel Menezes, d’O Globo

O transporte coletivo gratuito foi uma das principais pautas das manifestações que tomaram as ruas de todo o país em junho do ano passado. Na grande maioria das cidades, a reivindicação não foi atendida. Mas, em Silva Jardim, a população não precisa lutar por este benefício. Desde fevereiro, andar de ônibus por lá não custa um centavo além do que já é pago pelos moradores em impostos. A prefeitura adquiriu dez veículos novos, que circulam em oito linhas, todos os dias da semana. Dois ficam de reserva, para substituições em caso problemas mecânicos. continua →

O que a Tarifa Zero, os bancos e as concessionárias de automóveis poderiam ter em comum mas ainda não têm

June 26, 2014 por: admin categoria: artigos, grazi

Por Graziela Kunsch
Colaborou Daniel Guimarães

versão PDF

Escrevo este texto a partir da experiência da manifestação organizada pelo Movimento Passe Livre no dia 19 de junho de 2014 em São Paulo e a sua repercussão na imprensa. Esclareço desde já que o texto é assinado por mim individualmente e que não falo em nome de ninguém. Busco apenas contribuir como pessoa que estava presente no ato e que ainda se choca com as distorções desleais feitas por alguns jornalistas dos veículos de imprensa hegemônicos, que estavam igualmente presentes. Farei uma reflexão sobre o que o ataque a agências bancárias e concessionárias de automóveis poderia ter a ver com a luta pela gratuidade no transporte, mas que no ato do dia 19 não teve; além de uma crítica à criminalização dos movimentos sociais. Escolhi me posicionar diante do que considero uma tática equivocada para o nosso momento atual, mas tenho a clareza de que a verdadeira violência é promovida pelo Estado, tanto pela sua polícia como pelas suas políticas públicas distorcidas, que servem mais a interesses privados.

continua →

[São Paulo] Túnel Av. Paulista – Dr. Arnaldo: vídeo do ato por Tarifa Zero de 19/6

June 21, 2014 por: grazi categoria: grazi, vídeos

clique aqui se preferir ver diretamente no Vimeo, em janela maior

Comemorando um ano da revogação do aumento de 20 centavos nas tarifas de ônibus, trem e metrô na cidade de São Paulo, o Movimento Passe Livre realizou um ato por TARIFA ZERO e pela readmissão de 42 metroviários, demitidos por terem feito greve parcial. O ato aconteceu durante um dos jogos da Copa do Mundo mas, no lugar do mote “Não vai ter copa”, o movimento propôs a frase “Não vai ter tarifa”. Este pequeno vídeo mostra um dos momentos da manifestação.

Não vai ter tarifa! Panfleto do MPL São Paulo para o ato de hoje, dia 19

June 19, 2014 por: admin categoria: comunicado

Há exatamente um ano saímos às ruas para dizer não ao aumento das tarifas de ônibus, metrô e trem que a prefeitura, o governo do estado e as empresas queriam nos enfiar goela abaixo. Ocupamos as ruas para que a nossa voz fosse escutada: 20 centavos, não!, porque cada centavo a mais no preço das passagens aumenta a exclusão, impede mais pessoas de utilizar o transporte por falta de dinheiro e, por isso, faz com que não tenham seu direito à cidade garantido.

E vencemos! O povo conseguiu quebrar o cotidiano de derrotas que nos aflige nesta vida em que decidimos tão pouco. Fomos milhares, centenas de milhares! Os vinte centavos desapareceram e, no lugar deles, ficou o sentimento de que organizados coletivamente podemos mudar nossas vidas, podemos transformar radicalmente nossa cidade. Agora só faltam três reais, e pra isso construiremos mais histórias com muita luta e também muita festa. continua →

Violência e imaginação – Quando o cotidiano desce do ônibus

May 17, 2014 por: admin categoria: artigos

por Luiza Mandetta e Leonardo Cordeiro

Entre as bombas e as barricadas de junho, outro momento pulsa, velado. O que os instantes capturados das ruas pelas câmeras carregam, mas não mostram, é o suor derramado em tantos   ônibus, em tantos trens, por tantas horas, todos os dias. O sangue que jorrou era o mesmo que sempre correu – silencioso embora ardente – nas veias e artérias da cidade-máquina.

Derrame? Coágulo? O distúrbio congênito que vinha se agravando afinal interrompeu o fluxo. Não eram mais os ônibus, as motos, os automóveis que tomavam as ruas. Eram as pessoas. A pé. E forçavam as outras a descer para o asfalto. O burburinho do interior dos vagões cresceu e invadiu as ruas. Se os trens não aparecem nas fotos, o dia a dia de empurrões, aperto, espera e humilhação, e também de sonho, devaneio, conversa e riso, certamente ecoa em cada uma delas.

Pulsavam nas ruas, dilatadas, distendidas, a violência e a imaginação do momento do transporte. Momento que é lugar. continua →

Deslocamento é lugar*

May 02, 2014 por: camarada_d categoria: daniel guimarães

* Publicado originalmente na revista Urbânia 4, de Graziela Kunsch (fevereiro de 2011), este artigo foi escrito no contexto do ciclo de debates em torno de projeto editorial da revista Urbânia 4, realizado no Centro Cultural São Paulo em outubro de 2010.

Talvez o aspecto mais interessante ao discutir o problema da mobilidade urbana é que ela abre a perspectiva de que o caminho é tão importante quanto o destino. Ir para um lugar já é, objetivamente, um lugar em si e, portanto, temos de refletir sobre isso com atenção. É preciso pensar também em termos contextuais: nossa organização social atual está voltada para os centros urbanos, as cidades, que recebem números cada vez mais significativos de novos membros.

De acordo com um recente relatório da ONU na América Latina, em 2010 poderemos ser 172 milhões de brasileiros e brasileiras a viver em cidades. No mundo todo 200 mil novos moradores de cidades engordam a conta diariamente. E as cidades estão voltadas para a produção e administração da riqueza. Vivemos, enfim, sem precisar falar de outra forma, em um sistema econômico e político do tipo capitalista, baseado em divisões de classe, em que a grande maioria das pessoas deve produzir e consumir. continua →

Tarifa zero experimental em São Paulo

April 11, 2014 por: camarada_d categoria: daniel guimarães

O pessoal da Luta Por Transporte do Extremo Sul em conjunto com o Movimento Passe Livre São Paulo planejaram, organizaram e botaram para funcionar hoje uma linha de ônibus, onde antes não havia nenhuma, e com tarifa zero, no trajeto Mambu-Marsilac.

Já pensaram que loucura se cada bairro fizer a sua linha (ainda mais se for uma linha que não existe, mas deveria) com tarifa zero e, depois disso, concluir que não aceitará outra coisa senão uma linha com tarifa zero? Onde isso irá parar: na exigência de que a cidade toda tenha muito ônibus, em muitos horários, em muitos trajetos, sem a cobrança da tarifa? Tomara e parece irreversível. Já que dá muito trabalho e é injusto a própria comunidade pagar por isso, sinto que a Prefeitura da Cidade de São Paulo vai ter que se virar, cobrar dos ricos e responder à demanda da turma.

Leia mais sobre a preparação dessa experiência histórica. continua →

Em comercial, Metrô-SP incentiva o assédio sexual

March 25, 2014 por: admin categoria: notícias

do Spresso SP

Comercial do Metrô de São Paulo veiculado no rádio justifica a superlotação dos trens nos horários de pico e tem conteúdo machista. Por esse motivo, os deputados estaduais do PT Alencar Santana e Luiz Cláudio Marcolino protocolaram  nesta terça-feira (25), na Promotoria de Justiça de Direitos Humanos de São Paulo, representação contra o secretário da Casa Civil do governo do Estado, Edson Aparecido; o diretor-presidente da CPTM, Mário Bandeira, e o diretor-presidente do Metrô, Luiz Antonio Carvalho Pacheco, pela veiculação da peça.

Na propaganda, depois de ressaltar os investimentos do governo do Estado de São Paulo no transporte sobre trilhos, o ator da peça, identificado como “Gavião”, diz que “é normal, nos horários de pico, trem e metrô ficarem lotados”. Em seguida, fala que é até boa a superlotação, pela oportunidade de “xavecar a mulherada”. continua →

marcadores:

[Não tem dinheiro pra tarifa zero?] SP gastará R$ 35 milhões com canhão de água e blindados antiprotesto

March 23, 2014 por: admin categoria: não tem dinheiro pra tarifa zero?

por Débora Melo

As ações da Polícia Militar do Estado de São Paulo no controle de manifestações vão contar com 14 veículos blindados, entre eles quatro caminhões equipados com canhões de água para dispersar multidões. O processo de licitação internacional, que foi aberto em dezembro e está em andamento, estima um gasto de até US$ 15 milhões com a frota, o equivalente a cerca de R$ 35 milhões.

Segundo a PM, cada veículo com jato de água deverá custar US$ 808.476 (R$ 1,8 milhão). Com capacidade para atingir pessoas que estejam a até 60 metros de distância, o canhão permitirá combinações de água com gás lacrimogêneo e tinta, que poderá ajudar na identificação posterior de manifestantes. continua →

[Não tem dinheiro pra tarifa zero?] Para Copa, governo compra 2.691 armas de balas de borracha. Gasto: R$ 30 milhões

March 14, 2014 por: admin categoria: não tem dinheiro pra tarifa zero?

por Rodrigo Mattos, do UOL

O governo federal comprou um total de 2.691 kits com armas de balas de borracha e munição para distribuir a policiais para combater protestos na Copa-2014. O investimento total é de R$ 30 milhões, e representa apenas uma parte do gasto com armas não-letais. Impedir que manifestações afetem o Mundial e seus torcedores é uma das prioridades da União na segurança do evento.

Desde o início do protestos da Copa das Confederações, a União começou a adquirir armamento não-letal, realizando três compras com a empresa Condor Tecnologias não-letais, com sede no Rio de Janeiro. A primeira leva de equipamentos foi fornecida sem licitação por conta da urgência da competição do ano passado. As outras duas licitações foram vencidas pela mesma empresa, que vende para o exterior.

No total, o governo federal já gastou R$ 49,5 milhões com armas não letais. continua →

[Não tem dinheiro pra tarifa zero?] Após mortes e R$ 669,5 mi, Arena da Amazônia será aberta neste domingo

March 09, 2014 por: admin categoria: não tem dinheiro pra tarifa zero?

Com 97,59% das obras concluídas e após quase quatro anos de construção e sucessivos adiamentos de entrega, o estádio da Copa do Mundo em Manaus será inaugurado com o jogo entre Nacional-AM e Remo-PA neste domingo (9). Localizada no bairro Dom Pedro, Zona Centro-Oeste da capital, no lugar do antigo estádio Vivaldo Lima (Vivaldão), foi erguida uma arena com aspectos de “cesto amazônico”. As obras custaram R$ 669,5 milhões aos cofres públicos, R$ 170 mil a mais do valor inicial, e também foram marcadas por problemas, impasses com a justiça e mortes de trabalhadores. continua →