Por negociação sobre tarifa de ônibus, manifestantes queimam faixa em frente à prefeitura de São Paulo

por Jéssica Santos de Souza, Rede Brasil Atual

São Paulo – Trezentos manifestantes, aproximadamente, entre estudantes, populares e integrantes do Movimento Passe Livre (MPL), compareceram à manifestação contra o aumento da tarifa do ônibus em São Paulo na região central da cidade nesta quinta-feira (17). Após esperar em frente à sede da prefeitura por alguma resposta, eles queimaram uma faixa e jogaram ovos contra o prédio.

Pela décima semana seguida, sempre às quinta-feiras, ocorre algum tipo de protesto. Os organizadores, porém, consideram que se trata da nona passeata, já que na última quinta-feira (10) o ato ocorreu diante do condomínio onde mora o prefeito Gilberto Kassab (DEM).

Os manifestantes se concentraram em frente ao Teatro Municipal e se dirigiram à prefeitura. Por volta das 17h30, um grupo de quatro integrantes do movimento carregavam faixas e bandeiras para o protesto.

Duanny Clima, estudante de 17 anos, falou sobre a abordagem policial. “Pararam a gente e perguntaram que nós eramos, se tinhamos coisas ilícitas, e se as faixas continham palavras de baixo calão. Os policiais pediram para as meninas abrirem as bolsas e perguntaram se tinham rojão”, disse.

A estudante de Direito Ticiane Lorena Natale, de 22 anos, reclamou que os argumentos utilizados pelos integrantes do movimento são, muitas vezes, encarados de maneira errada pela PM. “Quando reclamamos por sermos tratados como suspeitos, o oficial disse que era desacato. Essa quantidade de oficiais é disperdício de força policial”, criticou.

Em relação às semanas anteriores, há menos agentes policiais, mas a presença ainda é ostensiva. Já perto do encerramento do ato, os manifestantes caminhavam pelas ruas do Centro em direção ao Terminal Bandeira.

Retirado de http://www.redebrasilatual.com.br/temas/cidades/2011/03/em-busca-de-posicao-da-prefeitura-passe-livre-pressiona-com-manifestacao-em-sp

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *