[Madri, ES] Contra aumento, grupo sabota metrô

Por Luisa Belchior

Madri, 8h28. Treze carros do metrô em nove linhas diferentes param ao mesmo tempo, depois de terem os freios de emergência dos trens acionados por um grupo que consegue se infiltrar nas instalações da companhia de transporte. Uma hora depois, as redações de jornais e televisões recebem um comunicado anônimo reivindicando a autoria do ato.

O episódio aconteceu na manhã desta quarta-feira aqui na capital espanhola. A “sabotagem”, chamada assim pelos autores, foi uma forma de protesto pelos aumentos nas tarifas de transportes madrilenhos. A partir do dia 1º de maio, o preço do metrô vai ter um reajuste médio de 11%, variando de acordo com o tipo de tarifa.

Continue reading “[Madri, ES] Contra aumento, grupo sabota metrô”

Cidade alemã tenta atrair motoristas com transporte público de graça

A cidade alemã Leipzig sacou que a gratuidade do transporte pode ser uma boa forma de diminuir o número de carros nas ruas. Durante quatro dias irá oferecer transporte público gratuitamente para seus motoristas, com o intuito de incentivá-los a deixarem seus carros na garagem. O preço do petróleo, o trânsito caótico e as emissões de gases que causam efeito estufa estão entre os motivos usados para convencê-los. As empresas de transporte público se juntaram para oferecer o que eles chamam de uma melhor opção para os cidadãos: “É porque nos podemos oferecer uma verdadeira alternativa que estamos dizendo aos motoristas deixarem seus carros em casa e subirem no transporte público” – disse o Sr. Ulf Middelberg do Leipzig Transport Service (Serviço de Transportes de Leipzig).

“Aqueles que nos usam regulamente já tomaram a decisão correta. Agora gostaríamos de convidar os motoristas a nos usaram por quatro dias depois da páscoa, sem gastos e sem stress”. Para embarcar gratuitamente durante esses dias, basta que as pessoas, ou famílias, apresentem o documento de seus veículos. Quem sabe eles não se animam a seguir o exemplo de Tallinn, Estônia, e resolver de uma vez por todas esse problema.

Fonte: http://www.straitstimes.com/BreakingNews/World/Story/STIStory_787240.html

Em busca da tarifa zero: FreeBus – Bristol, Inglaterra

É, parece que a luta pela gratuidade do transporte coletivo é realmente internacional. Há um grupo de ingleses que encontrou uma forma bastante criativa de fazê-la: o FreeBus. Tudo começou em meados de 2010, em Bristol, quando um pequeno grupo de pessoas imaginou um sistema transporte comunitário sem fins lucrativos e que oferecesse um serviço de qualidade a um preço acessível para seus moradores. Entusiasmados e dispostos a a estimular o debate sobre transporte público na cidade, jogaram essa ideia na rede criando o site: www.freebus.org.uk . No dia 28 de julho do mesmo ano eles realizaram sua primeira reunião, da qual participaram cerca de quarenta pessoas, entre elas alguns motoristas de ônibus da região. A reação ao projeto foi muito positiva, e em apenas duas semanas chegaram a arrecadar mais de mil euros para dar o ponta pé inicial. Assim o FreeBus foi registrado como uma companhia limitada por um regimento beneficente, e o projeto foi lançado oficialmente no dia 27 de outubro.

Continue reading “Em busca da tarifa zero: FreeBus – Bristol, Inglaterra”

[Feira de Santana, BA] Estudantes protestam contra o aumento da passagem de ônibus

por Jorge Magalhães

Manifesto

Revoltados com a aprovação do reajuste na passagem do transporte coletivo de Feira de Santana, centenas de estudantes realizaram na tarde desta quarta-feira (04/04), mais uma manifestação no centro da cidade. Os manifestantes se aglomeraram em frente à igreja Senhor dos Passos impedindo o transito de veículos pelo local.

De acordo com Iracema Santos, um dos líderes do manifesto, os estudantes querem uma audiência com prefeito Tarcízio Pimenta para tratar sobre o transporte coletivo.

Segundo ela o reajuste é abusivo. “Estamos protestando contra o aumento abusivo da passagem de ônibus e sobre a qualidade do transporte, que é horrível e humilhante. Queremos que a Lei dos 15 minutos seja cumprida também no transporte coletivo municipal, o trabalhador passar mais de uma hora esperando o ônibus e quando chega tem que andar em um veículo lotado e que pode quebrar a qualquer momento”, observou Iracema.

Continue reading “[Feira de Santana, BA] Estudantes protestam contra o aumento da passagem de ônibus”

Os rabugentos e a gratuidade

por Marcel Robert*

Entre os argumentos defendidos pelos que se opõem à gratuidade do transporte coletivo, está o tamanho das cidades em questão, segundo o qual, a gratuidade do transporte publico só é possível para pequenas redes, ou seja, em cidades de 10.000 à 20.000 habitantes. Com exceção da capital da Estônia, Tallinn (416.00 habitantes), que terá em primeiro de janeiro de 2013 uma rede de transportes públicos inteiramente gratuita. O artigo da Echos aponta que, na verdade, Tallin será a primeira capital europeia a instaurar a gratuidade no transporte público.

Continue reading “Os rabugentos e a gratuidade”

[RJ] Após derrota na Justiça, usuários de barcas no Rio preparam novas manifestações contra aumento de tarifa

Hanrrikson de Andrade

Após exatamente um mês pagando R$ 4,50 para atravessar a baía de Guanabara, no Rio, os clientes da concessionária Barcas S/A que se organizaram contra o aumento de mais de 60% no valor da tarifa –a passagem custava R$ 2,80 até o dia 2 de março– temem que a mobilização conjunta caia no esquecimento. Por isso, o grupo está preparando novas manifestações.

Segundo o vice-presidente da Associação Brasileira de Defesa do Consumidor e do Trabalhador (Abradecont), Evilásio Alves, o governo do Estado se mantém em silêncio à espera de que o reajuste no valor da passagem das barcas “saia do noticiário”.

No começo de março, usuários protestaram contra aumento

Foto 1 de 20 – 1º.mar.2012 – Manifestantes protestam contra o aumento das passagens das Barcas S/A em frente à estação Araribóia, em Niterói, nesta quinta-feira (1º) Mais Zulmair Rocha/UOL

Continue reading “[RJ] Após derrota na Justiça, usuários de barcas no Rio preparam novas manifestações contra aumento de tarifa”

Nota de apoio do Movimento Passe Livre – São Paulo à revolta dos usuários da CPTM

Por Movimento Passe Livre – São Paulo

O Movimento Passe Livre de São Paulo saúda a revolta dos usuários do sistema de trens metropolitanos ocorrida pela manhã desta quinta-feira, 29 de março, nas estações Caieras e Francisco Morato após a décima quinta falha na CPTM desde o início do ano. A paralisação parcial ou total de linhas e os problemas técnicos se tornaram muito frequentes a partir do fim de 2011 no Metrô e na CPTM. O aumento, “estatisticamente normal” para o secretário estadual de transportes, Jurandir Fernandes, em tais ocorrências é produto de anos de descaso total do governo estadual com a ampliação e renovação tecnológica do transporte público da capital. Políticas públicas paliativas voltadas para o automóvel, como a ampliação de avenidas e a construção de pontes e viadutos, têm sido apresentadas como grande panaceia para os problemas de mobilidade urbana. Paralelamente, o Estado investe em metrô e trem nos bairros ricos, instituindo um perímetro de super-oferta de transporte: enquanto aprofunda o sucateamento de linhas da CPTM e ignora a falta de transporte público nas periferias, entrega uma nova linha, privatizada e alvo de graves denúncias de fraude, à região sudoeste (e arrasta as promessas do início da construção de mais uma).
Continue reading “Nota de apoio do Movimento Passe Livre – São Paulo à revolta dos usuários da CPTM”