Esse menino entende mais de ponto de ônibus que a prefeitura de São Paulo

Fiz essa foto no começo de março, sem saber que dentro de pouco tempo a prefeitura de São Paulo começaria a instalar novos pontos de ônibus em áreas ricas da cidade. Esses novos pontos foram desenhados pelo designer carioca Guto Índio da Costa, devem ter custado um monte de dinheiro público e: 1. não informam quais ônibus passam ali; 2. não informam horários dos ônibus; 3. não informam itinerários dos ônibus; 4. são feitos de vidro e não protegem do sol; 5. possuem pequenos vãos entre os vidros que deixam passar água das chuvas; 6. possuem painéis com fotos turísticas da cidade bastante questionáveis (como uma imagem da ponte estaiada, símbolo do mau uso do dinheiro público – mais de R$ 220 milhões para uma obra por onde só passam automóveis individuais/onde não passam ônibus, pedestres, nem ciclistas); 7. irão acolher publicidade de grandes empresas (São Paulo atualmente é reconhecida como a cidade que baniu a publicidade do espaço público mas quem anda de ônibus e metrô precisa conviver com propagandas cotidianamente, inclusive propagandas de automóveis. E o dinheiro dessas propagandas todas não está indo para melhorias ou mudanças radicais no transporte coletivo… Não tem dinheiro pra Tarifa Zero?!).

Deixo aqui o convite para cada um de nós imaginar pontos de ônibus completamente diferentes dos que já existiam e desses novos pontos! A maneira como nossa imaginação individual e coletiva funciona é muito importante para definir a cidade onde a gente quer viver. Quem quiser colaborar com idéias escritas, desenhos e/ou fotografias escreva para contato arroba tarifazero.org

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *