[RJ] Maricá passa hoje a ter quatro linhas com tarifa zero

Intenção da prefeitura é zerar a cobrança em todas as linhas do município até 2016.

leia mais::

Maricá anuncia tarifa zero no transporte público
Do Portal EBC
A partir da próxima quinta-feira (18) o município de Maricá inaugura um serviço de transporte público gratuito para toda população da cidade, segundo comunicado publicado napágina da prefeitura. A cidade de Maricá, localizada na região metropolitana do estado do Rio de Janeiro a 50 quilômetros da capital, será o terceiro município do estado a implantar a medida, já adotada por Porto Real e Silva Jardim, e a primeira com mais de 100 mil habitantes a oferecer a tarifa zero.

A Empresa Pública de Transportes (EPT), autarquia criada pela prefeitura, colocará em circulação quatro linhas de ônibus que percorrerão toda a extensão do município. O controle de passageiros nos veículos será feito por catracas instaladas na parte dianteira (os passageiros entrarão pela porta dianteira e sairão pela porta traseira). A inauguração será feita pelo prefeito Washington Quaquá com uma viagem inaugural às 8h de quinta.

A intenção da prefeitura é que todo o sistema de transportes passe a ser executado pela autarquia, sem cobrança da passagem, até o final de 2016. As linhas municipais já existentes continuarão sendo operadas pelas viações Nossa Senhora do Amparo e Costa Leste Maricá, com tarifa de R$ 2,70.

Os dez ônibus da EPT que serão colocados para operar as quatro novas linhas vão circular com intervalos de 20 minutos das 5h às 22h. No período de menor movimento, de 22h às 5h, eles vão passar de hora em hora, e vão suprir uma lacuna de transporte, já que as linhas operadas pelas empresas privadas não rodam de madrugada.Para estender as atividades da EPT para todo o município, a prefeitura deve ampliar a frota para 25 coletivos. Segundo o prefeito, para servir toda a cidade com transporte público gratuito e integrado com as vans, serão necessários investimentos de R$ 1,3 milhão por mês por parte da prefeitura.

Fim do monopólio: transporte público é gratuito em Maricá

do site da prefeitura

Linhas terão tarifa zero com veículos circulando 24 horas de Ponta Negra a Itaipuaçu

A partir do dia 18 de dezembro, a população de Maricá começará a vivenciar o fim do monopólio dos transportes públicos na cidade. O início das operações da autarquia Empresa Pública de Transportes (EPT), criada pela Prefeitura, significa o atendimento às reais demandas da população – não apenas aos interesses dos empresários – e a linha circulará por toda a extensão do município – de Ponta Negra ao Recanto de Itaipuaçu – sem qualquer tipo de cobrança de passagem. O prefeito Washington Quaquá, acompanhado de secretários municipais, fará a viagem inaugural, a partir das 8h, de Inoã até a Rodoviária do Povo de Maricá, no Centro e, em seguida, os 10 ônibus da frota inicial da EPT começarão a rodar normalmente.

Com a implantação da EPT, Maricá é a terceira cidade no estado (as outras são Porto Real e Silva Jardim) e a primeira com mais de 100 mil habitantes a oferecer a tarifa zero. A iniciativa, integralmente custeada pela Prefeitura, é considerada um marco histórico no combate ao monopólio que há 40 anos controla os transportes públicos no município contra todos os interesses da coletividade. As quatro primeiras linhas saem do Recanto para Ponta Negra e vice-versa (via Manoel Ribeiro e Cordeirinho) e funcionarão 24 horas, inclusive nos finais de semana.

Para o prefeito Washington Quaquá, a operação da EPT é um marco que consolida a luta da administração na defesa dos interesses da população. “Transporte é parte dos direitos fundamentais do povo, na conquista da cidadania. Ao criar a empresa pública com tarifa zero, Maricá quebra o monopólio privado que nega esse direito e passa a servir de exemplo para o Brasil”, avalia o prefeito. “Aqui não se governa para empresários, se governa para o povo”, completa Quaquá.

Dez veículos – equipados com ar condicionado, sensores de portas (somente trafegam com as portas fechadas) e elevadores para deficientes físicos – circularão com intervalos de 20 minutos, das 5h às 22h. No período de menor movimento (22h às 5h), os ônibus funcionarão com intervalos de uma hora. Os pontos de partida serão na Rua Barão de Macaúba, em frente à Escola Municipal João Monteiro, no Recanto, e na Praça de Ponta Negra (Rua São Pedro Apóstolo). Outros três ônibus funcionarão como reserva e quatro encontram-se ainda em linha de montagem no fabricante. Um reboque também foi adquirido e está disponível para utilização. O investimento do município até o momento foi de R$ 4,8 milhões.

As linhas municipais – Recanto x Ponta Negra (Via Cordeirinho), Recanto x Ponta Negra (Via Manoel Ribeiro), Ponta Negra x Recanto (Via Cordeirinho) e Ponta Negra x Recanto (Via Manoel Ribeiro) – passarão pelos terminais rodoviários do Centro e de Itaipuaçu e atenderão também as principais escolas e unidades de saúde do município, inclusive nos bairros que até então não eram atendidos pelas empresas, como o Retiro.

O controle de passageiros nos veículos será feito por catracas instaladas na parte dianteira (os passageiros entrarão pela porta dianteira e sairão pela porta traseira). Todos os veículos possuem portas centrais com elevadores, exclusivos para embarque e desembarque de cadeirantes. A capacidade máxima dos coletivos é de 46 passageiros sentados e 28 em pé.

A equipe da EPT conta com 30 motoristas e quatro despachantes, além de manobreiro (2), inspetor de tráfego (2), consultor de operações (2), consultor de manutenção (2), auxiliar de controle de frota (1), almoxarife (1) e abastecedor (1). Ao todo, 45 pessoas compõem o quadro de funcionários da autarquia municipal.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *