[Cronologia das políticas de transporte do governo Erundina] Boicote dos empresários de peças de ônibus

patarra

Sobre esta Cronologia das políticas de transporte no governo Erundina

23 de agosto de 1989 – Luiza Erundina lança o Fala São Paulo. Desenvolvido pelo Anhembi – Turismo e Eventos da Cidade de São Paulo, o projeto – de comunicação popular – é a primeira televisão de rua de São Paulo. Trata-se de uma unidade móvel, com central técnica, instalada num caminhão baú, batizado de Expressão. Controla 36 monitores de televisão. Há palco, microfones e equipamentos de gravação de vídeo e áudio. O objetivo é propiciar debates, discussões e depoimentos sobre a vida e os problemas da cidade, com participação direta do público, que é incentivado a tomar parte. O tema de lançamento é o transporte coletivo, e 500 pessoas participaram do evento, discutindo o assunto com integrantes da Prefeitura em plena praça da Sé. O debate é mostrado ao vivo, nos 36 monitores que formam um telão.

A prefeita, convidada a falar, acusa o governo federal e os empresários do setor de autopeças, de boicotarem sua administração. Ela denuncia o BNDES – Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social, por reter verbas anteriormente acordadas, para aumentar a frota de ônibus na cidade. E ataca os empresários que se negam a participar de licitações públicas, para a venda de peças aos ônibus da CMTC, forçando o município a fazer compras à vista.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *