Dessas coisas curiosas que acontecem na vida

Fui convidado pelos amigos Carlos Henrique Siqueira e Gustavo Amora paras participar do “IN.CA Cast – Conversas sobre arte e política”, um PodCast sobre assuntos diversos. Nesta edição o tema foi sobre Território e Mobilidade Urbana em Brasília.

Cheguei lá e bati um papo super interessante com eles e com o Thiago de Andrade, à época falando pelo Instituto de Arquitetos de Brasília – IAB. Foi uma conversa cheia de convergências, análises críticas e de balanço das últimas gestões, apresentações de nossas percepções sobre Brasília. O resultado final é essa gravação de uma hora e cinquenta minutos, que disponibilizo a quem tiver interesse e tempo pra ouvir.

Continue reading “Dessas coisas curiosas que acontecem na vida”

Robsoul – Descatraca



Mó goela tio
E a condução tá 3 conto
E daqui a pouco
Vai ter taxa nos pontos
E quase capotou
O buso que lotou
E se quebrar quem paga
É o motorista e o cobrador
A exploração é geral
A condição é mil grau
Pra nós navio negreiro
Pro patrão uma nau
Só pensam no lucro
Bagulho absurdo
Pagar pra trabalhar
Situação que tá o cúmulo
O preço da passagem
Tira o direito à cidade
Pra nós é cárcere
Na visão deles, vantagem
Sem teatro
Casas culturais, parques
Ilhado na quebrada
Sem universidade
Fala prucê, patrão
Seu plano faiô
A pista travô
E as catraca vuô
Cê viu que coisa linda
Tem o povo na rua
Contra sua catraca
E a sua ditadura
Polícia é pedra no sapato
E eles vêm de bomba
Só que o povo é maioria
E eles temem a sombra

Pula a catraca
Chuta a catraca
Descatraca

Quando a gente se organiza
Eu sei que cê nem dorme
Não come, se caga
E o medo te consome
Lá vem bomba
É… Cê tá no pano dos covardes
Só que não vai resolver
Nós tamo em toda parte
Tamo no sol, no relento
Nas quebra, no centro
Com as faixa marchando
E você tremendo
Ganância
Má organização da cidade
Foda-se você
E sua contabilidade
Nem vem fazer discurso
Que a nossa parte é tudo
Viemos pra vencer
E lutamos pelo justo
Fato estranho, hei…
A lotação tá sem banco
Engraçado é o motorista
Que se acha o dono
Sem FGTS
Nem tempo de casa
Não percebeu
Que essa cooperativa é falsa
Se contenta com o resto
Atravessa os protesto
Coroinha do patrão
Virou testa de ferro

Pula a catraca
Chuta a catraca
Descatraca

Tarifa zero metaleira

Jedbanger, uma revista argentina dedicada ao metal, na sua edição de julho, publicou uma entrevista com Pedro Poney, da banda Violator, de Brasília. Próximo do Movimento Passe Livre do Distrito Federal, Poney foi perguntado sobre os protestos de junho/julho no Brasil, antes mesmo de entrarem nos assuntos musicais. Segue o trecho da entrevista (Chico Buarque que se cuide):

“Participei dos protestos na minha cidade, em Brasília”, explica Poney. “Começaram com uma reivindicação por melhorias no transporte público, e os meios de comunicação de massa eram contra. À medida que os protestos começaram a crescer, houve muita brutalidade policial. Quando os protestos se tornaram gigantes tanto a sociedade como os meios de comunicação de massa mudaram sua postura, e aí entraram vários grupos conservadores e de direita que quiseram tirar proveito dos protestos. Acredito que para os que se identificam com a esquerda, como eu, é um momento de luta, é um momento de disputa, conquistar melhorias para a América do Sul, para que tenhamos melhores cidades. É um momento de tomar as ruas e exigir o que acreditamos que seja justo. Estou muito envolvido com tudo isso, com o MPL, o movimento pelo transporte público. A reivindicação é clara e específica, ainda que a direita queira aproveitar e exigir reivindicações mais genéricas, como se fosse apenas uma crítica à corrupção política, com o que, obviamente, discordamos”.

O que não fica claro pra mim é se exigem transporte gratuito ou tarifas menores… Continue reading “Tarifa zero metaleira”

[Tarifa Zero de carnaval] Odete Amaral – Não Pago O Bonde

Não pago o bonde, Iaiá
Não pago o bonde, Ioiô
Não pago o bonde
Que eu conheço o condutor
Quando estou na brincadeira
Não pago o bonde
Nem que seja “por favor”

Não pago o bonde
Porque não posso pagar
O meu é muito pouco
E não chega pra gastar
Moro na rua das Casas
Daquele lado de lá
Tem uma porta e uma janela
Mande a Light me cobrar!

Vivendo desempregado

Música da banda inglesa de punk rock Newtown Neurotics, lançada no disco Beggars Can Be Choosers, de 1983. A letra dispensa explicações, um relato fidedigno da situação de um desempregado em Londres no final dos anos 1970 e início dos anos 1980. Precisavam até pular catraca para economizar uns trocados (menos mal que rolava seguro desemprego, aqui a coisa seria um tiquinho mais complicada).

Tava morando numa cidade nova
Tinha problemas com meus pais
Então me mudei para Londres
Onde disseram que as coisas estavam acontecendo… ladeira abaixo!

Morando numa quitinete
Pulando a catraca do metrô  Continue reading “Vivendo desempregado”

Ouça o debate “Tarifa zero: uma realidade possível”

Áudios do debate “Tarifa zero: uma realidade possível”, realizado na última quarta-feira, dia 8, na USP, São Paulo, organizado pelo Movimento Passe Livre de São Paulo e pelo C.A. de Ciências Sociais (CEUPES).

Debate na íntegra

Para baixar o mp3, clique aqui.

Vladmir Safatle, professor livre-docente do Departamento de Filosofia da USP.

Para baixar o mp3, clique aqui.

Raquel Rolnik, urbanista, professora da FAU-USP e relatora da ONU sobre o direito à moradia adequada.

Para baixar o mp3, clique aqui.

Lúcio Gregori, engenheiro, músico, secretário de transportes do município de São Paulo durante a gestão Erundina, quando elaborou o projeto de Tarifa Zero e municipalização do transporte coletivo e integrante do TarifaZero.org.

Para baixar o mp3, clique aqui.

Dayse, militante do MPL.

Para baixar o mp3, clique aqui.

Perguntas do público.

Para baixar o mp3, clique aqui.

[Joinville] Entrevista com Maikon Jean Duarte, da Frente de Luta pelo Transporte Público

Ouça entrevista de Maikon Jean Duarte, do Movimento Passe Livre de Joinville e da Frente de Luta pelo Transporte Público, no programa Hora do Trabalhador, da Rádio Clube:

Maikon abordou assuntos como a violência policial contra os manifestantes que estão em campanha contra reajuste nas tarifas da cidade e também sobre o debate principal em torno do transporte como um direito, gratuito e de qualidade.

Para download, clique aqui.

Mais infos: http://nozarcao.blogspot.com/

Entrevista com Bruno Pere, autor do trabalho “Todo vagão tem um pouco de navio negreiro”

Tempos atrás postei uma matéria da Folha de S.Paulo sobre censura a trabalhos de dois grafiteiros de São Paulo nos muros de uma futura estação de metrô. Foram cobertas por tinta verde e, depois da exposição negativa que o caso trouxe à Companhia do Metrô, foram refeitas.  Um dos trabalhos, de Bruno Pere, paulistano de 27 anos, chamou a atenção pela pertinência tanto da imagem quanto da frase que a acompanhava: “Todo vagão tem um pouco de navio negreiro”.  Não poderia ter acertado mais, já que, passados 500 anos, o transporte coletivo ainda é visto como uma forma de transportar mão de obra de um lugar a outro. Nada de direito, inclusive no novo Plano de Mobilidade Urbana do Governo Dilma. Mas esse papo fica pra depois.

Fiz uma conversa com o Bruno sobre este caso, mas também sobre a cena de grafiteiros, linguagens, comunicação e transporte coletivo. Por coincidência, a conversa rolou dentro do Metrô.

Ouça:

Baixe o arquivo aqui.

Flickr do Bruno http://www.flickr.com/bpere

Manifestações contra o aumento de passagem ocupam as ruas de Teresina

por Vivian Fernandes

ouça a matéria

Centenas de estudantes e trabalhadores saem às ruas de Teresina (PI) para se manifestar contra a elevação do preço da passagem de ônibus, que foi de R$ 1,90 para R$ 2,10. Desde a última segunda-feira (2), os manifestantes realizam atos públicos diariamente, bloqueando o tráfego de veículos das principais ruas da cidade. Continue reading “Manifestações contra o aumento de passagem ocupam as ruas de Teresina”

Cockney Rejects também apoia a tarifa zero

 

Cá estava eu assistindo esses maneiros vídeos de depoimentos favoráveis ao novo projeto tarifa zero paulistano, proposto pelo movimento passe livre, e me lembrei de uma antiga música que está na minha estante de preferidas: The greatest cockney rip off, dos Cockney Rejects.

Nesta música, do início dos anos 1980, a banda inglesa cantava:

Por que eu devo pagar para andar nos ônibus que coletam o dinheiro das empresas?

Simples e direto!

Cockney Rejects apoia a tarifa zero!

Três reais é roubo!

Áudio-documentário sobre a luta contra o aumento da tarifa de ônibus em São Paulo em 2011, por Thais Carrança

 

(foto por Luiza Mandetta)

No dia 5 de janeiro de 2011, por decisão do prefeito Gilberto Kassab, o preço da passagem dos ônibus municipais de São Paulo subiu de R$ 2,70 para R$ 3. Durante mais de três meses, toda quinta-feira, milhares de pessoas foram às ruas dizer ‘não’ ao aumento da tarifa.

Três reais é roubo! procura ser um registro desta história. Trata-se de um documento sonoro feito a partir de gravações realizadas durante as manifestações contra o aumento, de entrevistas posteriores e de trechos de matérias jornalísticas de veículos diversos.

Para download em mp3

Cronologia da luta contra o aumento da tarifa em São Paulo em 2011 Continue reading “Três reais é roubo!”

Áudios do debate “Tarifa zero é possível?”

Ouça como foi o debate “Tarifa zero é possível?”, organizado pelo Movimento Passe Livre São Paulo e o Coletivo de Estudantes em Defesa da Educação Pública, realizado no dia 28 de abril, na USP.

Parte 1 – Chico Whitaker (arquiteto, líder da bancada do PT na Câmara dos Vereadores, durante os anos do governo Luiza Erundina – 1989-1993; co-fundador do Fórum Social Mundial).

Clique aqui para baixar.

Parte 2 – Lúcio Gregori (engenheiro, secretário de Transportes do governo Luiza Erundina).

Clique aqui para baixar.

Parte 3 – Mauro Zilbovicius (engenheiro, administrador público na Companhia de Engenharia de Tráfego durante o mesmo governo; professor da Escola Politécnica da USP)

Clique aqui para baixar.

Parte 4 – Mariana Toledo (militante do Movimento Passe Livre de São Paulo).

Clique aqui para baixar.

Parte 5 – Primeira rodada de perguntas (o restante será publicado em breve aqui no site em vídeo).

Clique aqui para baixar.