Tijucas do Sul, no Paraná, terá tarifa zero no transporte coletivo

por Rodrigo Batista

Decisão foi aprovada pela Câmara de Vereadores do município. Na atual concessão, usuários pagam de R$ 3,50 a R$ 5 na tarifa

Enquanto Curitiba e as grandes cidades da Região Metropolitana continuam em meio a discussões sobre o valor da tarifa de ônibus e a qualidade do transporte coletivo, o município de Tijucas do Sul, a cerca de 50 quilômetros da capital, vai implantar tarifa zero no transporte público a partir de dezembro deste ano. A decisão foi aprovada pela Câmara dos Vereadores e será colocada em prática pela prefeitura assim que terminar a atual concessão das linhas urbanas. Continue reading “Tijucas do Sul, no Paraná, terá tarifa zero no transporte coletivo”

Aumento de tarifa cancelado em Belo Horizonte

bh

Mais uma vitória! Viva a luta da população, do Tarifa Zero BH e doMovimento Passe Livre – BH! Na torcida para que este importante passo inspire a luta que deverá seguir. Empresários e seus defensores no governo certamente não tardarão em responder este revés.

Justiça cancela aumento de passagens de ônibus em Belo Horizonte

por Bárbara Ferreira

O reajuste de 9,7% havia sido autorizado pela prefeitura no início de agosto, a partir de um pedido do Setra

Continue reading “Aumento de tarifa cancelado em Belo Horizonte”

Tarifa zero em Buenos Aires: luta na linha 60

tz04

“Você está cansado de viajar como gado na 60? Hoje não pague a passagem”.

Por Primo Jonas

Desde o dia 25 de junho os trabalhadores da linha 60 de ônibus da cidade de Buenos Aires estiveram levando adiante uma operação de “tarifa zero” como medida de luta contra a patronal. O conflito se iniciou com a demissão de um trabalhador da linha que foi abertamente reconhecida pelos trabalhadores como perseguição gremial contra a organização dos mesmos. Levado o caso à justiça, o Estado ditou uma conciliação obrigatória na qual a empresa estava obrigada a reincorporar o trabalhador demitido. Não apenas a empresa não acatou a conciliação obrigatória como decidiu então demitir 47 outros trabalhadores. Começa o lockout patronal, num primeiro momento retirando o pessoal administrativo das cabeceiras (pontos finais e terminais) e depois voltando a ocupá-lo e impedindo os motoristas de saírem sem antes assinar um acordo no qual se comprometiam a cobrar a passagem. Continue reading “Tarifa zero em Buenos Aires: luta na linha 60”

Maricá, a cidade do passe livre

por Renan Truffi

O município de Maricá, no Rio de Janeiro, enfrenta empresários de transportes e implanta ônibus com tarifa zero

A catraca, símbolo maior da cobrança de tarifa no transporte público brasileiro, continua lá para registrar o número de passageiros. Mas a cadeira do cobrador agora está vazia. Ninguém precisa pagar mais. É assim desde 18 de dezembro do ano passado em Maricá, município fluminense na Região dos Lagos. Há pouco mais de um mês, a prefeitura local fundou a Empresa Pública de Transportes (EPT) e instituiu o passe livre para todos. O objetivo, o prefeito Washington Quaquá (PT-RJ) admite, é “quebrar o monopólio” das empresas que detêm o serviço há pelo menos 25 anos na cidade. Continue reading “Maricá, a cidade do passe livre”

[Rio de Janeiro] Silva Jardim implanta tarifa zero no transporte público do município

por Gabriel Menezes, d’O Globo

O transporte coletivo gratuito foi uma das principais pautas das manifestações que tomaram as ruas de todo o país em junho do ano passado. Na grande maioria das cidades, a reivindicação não foi atendida. Mas, em Silva Jardim, a população não precisa lutar por este benefício. Desde fevereiro, andar de ônibus por lá não custa um centavo além do que já é pago pelos moradores em impostos. A prefeitura adquiriu dez veículos novos, que circulam em oito linhas, todos os dias da semana. Dois ficam de reserva, para substituições em caso problemas mecânicos. Continue reading “[Rio de Janeiro] Silva Jardim implanta tarifa zero no transporte público do município”

Em comercial, Metrô-SP incentiva o assédio sexual

do Spresso SP

Comercial do Metrô de São Paulo veiculado no rádio justifica a superlotação dos trens nos horários de pico e tem conteúdo machista. Por esse motivo, os deputados estaduais do PT Alencar Santana e Luiz Cláudio Marcolino protocolaram  nesta terça-feira (25), na Promotoria de Justiça de Direitos Humanos de São Paulo, representação contra o secretário da Casa Civil do governo do Estado, Edson Aparecido; o diretor-presidente da CPTM, Mário Bandeira, e o diretor-presidente do Metrô, Luiz Antonio Carvalho Pacheco, pela veiculação da peça.

Na propaganda, depois de ressaltar os investimentos do governo do Estado de São Paulo no transporte sobre trilhos, o ator da peça, identificado como “Gavião”, diz que “é normal, nos horários de pico, trem e metrô ficarem lotados”. Em seguida, fala que é até boa a superlotação, pela oportunidade de “xavecar a mulherada”. Continue reading “Em comercial, Metrô-SP incentiva o assédio sexual”

[São Paulo] Tatto se desculpa e admite rever cortes em linhas de ônibus, ‘se for preciso’

por Rodrigo Gomes

Secretário de Transportes também se comprometeu a não mudar nenhuma nova linha sem diálogo com a população e recebeu ‘Prêmio Catraca’ do Movimento Passe Livre

O secretário Municipal de Transportes da capital paulista, Jilmar Tatto, se comprometeu na noite de ontem (20) a receber comissões de moradores de regiões que tiveram alterações em linhas de ônibus, como extinção ou secção. Em resposta ao convite do Movimento Passe Livre (MPL), Tatto foi à frente do prédio da prefeitura de São Paulo, onde ouviu as reclamações de usuários de transporte. Cerca de 200 pessoas participavam do ato. “Vamos dialogar na próxima semana e ver o que é possível fazer. Se precisar voltar linha, vai voltar”, afirmou. Continue reading “[São Paulo] Tatto se desculpa e admite rever cortes em linhas de ônibus, ‘se for preciso’”

Nove anos da fundação do MPL nacional

Há 9 anos, coletivos que lutavam contra os problemas do transporte coletivo em suas cidades se encontraram em uma plenário no Fórum Social Mundial,em Porto Alegre. Em um dia de debates, esses coletivos perceberam não só as semelhanças de seus problemas, mas também de suas práticas políticas. Assim nascia a federação nacional do Movimento Passe Livre – um movimento social autônomo, horizontal, independente e apartidário – que, ao longo de todo esse tempo, tocou diversas lutas por um transporte efetivamente público em todo o Brasil.

Toda força para quem luta por uma vida sem catracas!

[Cobertura da plenária no Centro de Mídia Independente (CMI): http://www.midiaindependente.org/pt/blue/2005/02/306121.shtml]

Retirado de http://saopaulo.mpl.org.br/2014/01/29/nove-anos-da-fundacao-do-mpl-nacional/

 

Tarifa zero: transporte público é de graça em Muzambinho, MG

População tem acesso a ônibus de graça em Muzambinho (Foto: Reprodução EPTV)

do G1

A insatisfação com o serviço e o preço cobrado pela passagem do transporte público tem sido o principal alvo dos manifestantes em todo o Brasil. Mas, pelo menos em Muzambinho (MG), esse não foi o motivo dos protestos na cidade. Isso porque no município ninguém paga para andar de ônibus.

A cidade de pouco mais de 20 mil habitantes tem transporte coletivo desde outubro de 2011. A cada viagem, os veículos percorrem 28 quilômetros de ruas e avenidas, passando por vários bairros. Nos ônibus, há roletas, mas não existem cobradores. Basta passar e seguir viagem sem nenhum gasto. Diferente de cidades onde o transporte público é complicado e superlotado, em Muzambinho, geralmente, todos os passageiros ficam sentados. Continue reading “Tarifa zero: transporte público é de graça em Muzambinho, MG”

Tarifa Zero em Paulínia, SP

Mais uma boa notícia na esteira das lutas que se iniciaram em junho: a partir de 1º de outubro na cidade de Paulínia, o transporte público funcionará com tarifa zero. Paulínia é um município de 85 mil habitantes e se encontra na região metropolitana de Campinas, São Paulo.

[Floripa] Catracaço: Polícia para quem?

por Frente de Luta pelo Transporte Público

O catracaço já havia começado. Homens e mulheres de todas as idades passavam por cima ou por baixo da catraca. Mas como em qualquer outro lugar as gestantes precisam de condições especiais.

Para que a mulher grávida pudesse aproveitar a Tarifa Zero, o portão tinha que ser aberto. Não foi o que aconteceu. Os guardas patrimoniais do terminal não cederam, mesmo com a insistência dos manifestantes.

A confusão começou quando o portão foi retirado à força, abrindo caminho para a gestante e facilitando a Tarifa Zero na plataforma B do Terminal do Centro (Ticen). Continue reading “[Floripa] Catracaço: Polícia para quem?”

[Atibaia, SP] Coletivo Revolta da Catraca consegue promessa do prefeito de não aumentar o preço da tarifa de ônibus

por Coletivo Revolta da Catraca

O dia 3 de julho de 2013 é um marco histórico de todo movimento social organizado de Atibaia/SP. Por meio do chamamento do Coletivo Revolta da Catraca, a juventude e os trabalhadores foram às ruas para lutar contra mais um aumento da tarifa do transporte público, pois pagar R$ 2, 90 por um transporte ineficiente é um abuso.

O Coletivo Revolta da Catraca, inspirado no movimento que balançou as estruturas de Florianópolis nos anos de 2004 e 2005, surgiu para debater a questão da mobilidade urbana e, através da organização popular realizada nas ruas e praças de Atibaia, cumpriu sua proposta. Continue reading “[Atibaia, SP] Coletivo Revolta da Catraca consegue promessa do prefeito de não aumentar o preço da tarifa de ônibus”

[Floripa] Amor sem catracas

por Fernando Evangelista


Foto: Eduardo Valente

Floripa, 4 de julho de 2013: Integrantes da Frente de Luta pelo Transporte e do Movimento Passe Livre ocupam o sindicato das empresas de ônibus por oito horas. Usuários pulam a catraca e debatem com os estudantes o projeto Tarifa Zero. Prefeito é convidado a discutir a questão da mobilidade urbana em praça pública. Zé da Pipoca, figura muito querida e popular no Ticen (Terminal do Centro), viúvo há 10 anos, pega um megafone e pede a namorada Priscila em casamento, na frente de todo mundo. O povo silencia, esperando a resposta. Ela aceita, dá um beijo de cinema no noivo e os dois pulam a catraca. Coisa mais linda, ô.

O dia que Floripa experimentou a Tarifa Zero

por Assessoria de Imprensa da Frente de Luta pelo Transporte Público

O dia 4 de julho de 2013 foi histórico na luta por direito à cidade de Florianópolis. Não tivemos uma manifestação sobre o assunto apenas, mas três! O dia começou com uma manifestação de ciclistas na rótula da UFSC, por conta de uma estudante morta por atropelamento enquanto passava por aquele local. Os trabalhadores do Sintraturb (Sindicato dos Trabalhadores em Transporte Urbano de Florianópolis) também fizeram uma paralisação, demonstrando sua insatisfação com as condições da categoria. Além disso, no fim da manhã desta quinta-feira, a Frente de Luta pelo Transporte Público e o Movimento Passe Livre ocuparam pacificamente o SETUF (Sindicato das Empresas de Transporte Coletivo da Grande Florianópolis), um dos símbolos da famosa caixa preta do transporte de Floripa.

Continue reading “O dia que Floripa experimentou a Tarifa Zero”